ITÁLIA, ROMA, ROTEIROS GASTRONÔMICOS, VIAGEM

Um guia de (quase) todas as sorveterias de Roma

20 de janeiro de 2017

| próxima ao Vaticano você pode ter a benção de dividir a fila na Old Bridge com padres e freiras | imagem Italy Travelista |

São muitas sorveterias em Roma! Muitas! O que torna BEM capaz você tropeçar em um buraco no Brasil e cair em uma sorveteria, em Roma (seria maravilhoso não é mesmo?)!

De tantas opções é possível ir do café da manhã ao lanche da madrugada tomando os mais deliciosos (e cremosos) sorvetes do mundo! Mas só porque você está na Itália não significa que qualquer sorveteria venda o autêntico gelato. Felizmente Roma está repleta de artesãos que levam o ofício com paixão e produzem, todos os dias, gelatos fresquinhos e naturais.

Aqui vai uma lista da maior parte das sorveterias da cidade. As marcadas com estrela (*) são as que valem muito a pena e estão no meu top 9 (no my maps marcadas em rosa), algumas estão aqui citadas para que você fuja delas (marcadas com um X e em cinza no mapa) e as demais até valem a visita, marcadas em azul. Em amarelo sorveterias com opções de produtos sem glúten, veganos, hipoglicêmicos, crudistas, alérgicos e outros tipos de restrições alimentares. Dessa maneira você pode decidir pela sua própria aventura!

Buon gelato!

I Caruso*

Esse é o sorvete da velha guarda, que se concentra nos sabores tradicionais sem correr riscos ou inovar. Já fui a Roma 3 vezes e sempre desviei a rota só para me deliciar com o I Caruso, que acabou abrindo uma segunda loja, mais próxima ao burburinho do centro. Hoje já são 6 lojas ao total! Isso fez com que a sorveteria deixasse de ser um local secreto, conhecido apenas pelos romanos, para se tornar outra rede como a maiorias das sorveterias na cidade (e perdendo até um pouco de sua qualidade).

Na unidade do Sallustiano (a minha preferida) o sorvete é fresquíssimo, feito no dia e na frente do cliente! Por isso esqueça a vitrine cheia de opções furta-cor. Você não vai ver o sorvete até ele chegar em suas mãos bonitinho na coppetta  (ou cono), já que ele é mantido tampado para melhor controle da temperatura e para evitar sua oxidação.

A sazonalidade dos ingredientes é levada bem a sério por aqui! Inclusive eles mantem um “calendário do sabor” fixo na parede, que eu aconselho você a olhar antes de sair perguntando se tem sorvete de morango… em dezembro! Se o de amêndoas estiver disponível, pelo amor de Deus vá nesse sabor! Ah e não esqueça de provar o de zabaglione. Mesmo que você não seja fã do doce, por favor, experimente! Na minha humilde opinião está entre os melhores de toda Roma (competindo com o Gelato San Lorenzo). O sabor do Marsala (um vinho siciliano fortificado tipo o Banylus francês ou os portugueses Porto e Madeira) é tão presente que parece que você mergulhou em um tonel de vinho! É divino! O de pistache, apesar de bom, já foi superado por muitos concorrentes.

| Via Collina, 15 | todos os dias 12-00h

site | instagram

| imagem fonte |

Come il latte

Essa sorveteria é uma graça! Tem uma cara mais moderninha e fica a 3 minutos andando do I Caruso (local onde a proprietária Nicoletta Chiacchiari já trabalhou). Se você quer provar opções menos tradicionais, pode ser uma boa ideia aproveitar a proximidade.

O que vale aqui é fazer bom uso da fonte de chocolate (preto ou branco), o grande atrativo da sorveteria (mas que você encontra em outras concorrentes também). Aqui o seu sorvete não vem banhado no chocolate como na Frigidarium, apenas parte do biscoito com o qual são servidos os sorvetes (o que pra mim é suficientemente tentador já).

Todo dia Nicoletta prepara uma novidade, respeitando os melhores ingredientes da estação! Você pode pedir seu sorvete no copinho, no brioche, no waffle, no cialde di Montecatini ou no cone coberto internamente com chocolate. A lista de sabores vai do maravilhoso mascarpone com biscoitos Gentilini (parece stracciatella só que com biscoito, é divino!) aos clássicos de pistache e café.

 | Via Silvio Spaventa, 24/26 | todos os dias das 11 – 00h (aos domingos, fecha às 22h)

site | instagram

| Come il latte | imagem fonte |

| imagem fonte |

La Romana

Aberta em 1947 essa é a sorveteria preferida dos romanos.  Virou um império espalhado pela Itália (são mais de 40 lojas) com unidades na Alemanha e também na Espanha (talvez por isso a fama…). O sorvete não é ruim, mas não é maravilhoso. Dizem que o de stracciatella é o melhor de Roma. Eu não quis comprovar.

A Gelateria La Romana é aquela sorveteria que vive com fila na porta (para ser honesta quase todas em Roma..) e é gostosinha. Comercial. Mas gostosinha! Se o intuito de sua viagem é provar a maior quantidade de sorvetes aposte no trio I Caruso, Come il latte e La Romana, já que estão a 200m de distância. Comece pelo I Caruso (você vai entender porquê).

| Via Venti Settembre, 60 | 2° a 5° 11-00h / 6° e sábado até 1h

site | instagram

| imagem Alexa Cardelli |

Gelateria del Teatro*

É uma sorveteria com confeitaria (de inspiração francesa) e escola (aberta aos turistas também) que vale a pena caso você esteja próximo ao Castelo de Sant´Angelo ou da Piazza Navona (para mim a unidade mais charmosa)! Você também encontra uma unidade próxima ao Colosseo!

Os donos Stefano e Silvia Marcotulli se preocupam com o frescor dos ingredientes (você pode ver o sorvete sendo produzido pela cozinha envidraçada!) e dizem receber leite fresco todos os dias. E verdade seja dita, eles produzem a melhor casquinha de Roma. Aqui os sabores são diferentes e interessantes, como o de chocolate branco com manjericão e o de ricota com figo e amêndoas.

Se você quiser ser servido à mesa na unidade da Via dei Coronari saiba que vai pagar a mais por isso, bem a mais! Por isso já sabe: compre seu sorvete e saia para caminhar pela cidade!

| Via dei Coronari, 65/66 (próximo à Piazza Navona) | todos os dias das 11 até 22h30

site | facebook

| imagem An American in Rome |

| imagem Rachelays e Roma pra você |

Frigidarium

Com unidades espalhadas pela Itália e Espanha o diferencial dessa sorveteria é ter o seu sorvete envolvido em uma crocante e arrebatadora casquinha de chocolate. E o sorvete é super bem servido!

Eu adoro comprar meu sorvete e sair caminhando por Roma, mas nesse caso (coberto com chocolate) a sujeira é inevitável! Arme-se com papel e uma garrafa de água.

Pertinho da Piazza Navona (100m de distância) você pode aproveitar e provar o trio Frigidarium, Gelateria Del Teatro e Gelateria dei Gracchi (a melhor, na minha opinião. Por isso comece por ela)! Veja as proximidades no My maps!

| Via del Governo Vecchio, 112 | todos os dias 10h30-01h

 site | facebook 

| Frigidarium | imagem fonte |

| imagem Claire Going Everywhere |

 

Gelateria dei gracchi*

Tem duas unidades próximas ao Centro Storico na Via di Ripetta (Pantheon) e na Via di San Pantaleo (Piazza Navona), uma no Prati (a primeira unidade aberta e que dá o nome da gelateria e perto do Vaticano) e uma no Parioli. E muitos romanos consideram um absurdo você não coloca-la na sua lista. Por isso: preciso falar sobre a Dei Gracchi para você!!!

Ela é pequena, sem mesas. É entrar, comprar e sair se deliciando (do jeito que eu gosto!). Os sorvetes ficam abertos e expostos em uma vitrine de vidro. Totalmente amostra eles deixam bem claro que são feitos com ingredientes 100% naturais (eles não tem uma cor extravagante e chamativa, muito menos decorações de gosto duvidoso).

Os sabores dos sorvetes de oleaginosas é de querer bater a cabeça na parede! Um dos melhores sorvetes de pistache de Roma e o de amêndoas tostadas com laranja glaceada é simplesmente uma ofensa para todas as demais gelaterias do mundo!

| Via di S. Pantaleo 61 | todos os dias 10h30 – 00h

site | facebook

| imagem fonte |

Giolitti

Aberta desde 1900 é uma das mais antigas de Roma e pertence à mesma família desde a sua abertura! Dizem que até o ex presidente Obama visitou a Giolitti quando esteve em Roma no seu primeiro mandato (e muitooooos outros famosos). O que significa que conhecer essa sorveteria está na lista de muitos turistas e por isso você pode encontrar grandes filas na porta!

Eles vão bem além do clássico sorvete no copinho, com opções até um tanto esquisitas como os sorvetes servidos em taças (com montagens duvidosas) e o cone de sorvete gigante. Aqui as massas ficam expostas revelando as cores fluorescentes um pouco duvidosas (sorvetes naturais possuem coloração pálida. Sorvetes feito com pastas já são mais vivos e coloridos!). Mas como estamos falando de uma sorveteria de mais de 100 anos em Roma, talvez valha a pena a experiência (para riscar da sua listinha) e assim tirar suas próprias conclusões.

Se você quiser pagar a mais (e caro) pelo sorvete, ou aproveitar para almoçar, pode pedir o serviço na mesa. Ou observar a vida passar nas mesinhas localizadas do lado de fora. Mas como sempre falo, a melhor opção sempre é comprar seu sorvete e sair caminhando pelas ruas de Roma. A sorveteria está bem próxima ao Pantheon e ao Parlamento Italiano! Vá turistar!!!

Nas proximidades você encontra outras sorveterias como a Ciampini e a Della Palma. Com alguns passos a mais você se aproxima da Fontana di Trevi e chega na San Crispino. Logo se o seu objetivo é provar todos os sorvetes de Roma, aproveite o trajeto!

| Via degli Uffici del Vicario, 40 | todos os dias das 7h30 – 1h30

site | instagram

| imagem fonte |

| imagen fonte |

Gelateria Della Palma  (X)

Eu falei que bastava tropeçar em um buraco para cair em uma sorveteria. Roma tem praticamente uma em cada esquina. Então fique tranquilo, sem sorvete você não vai ficar! Mas se o seu intuito é tomar os melhores sorvetes, vá com calma!

A Della Palma tem 40 anos de vida e mais de 150 sabores na vitrine que revela os sorvetes coloridos e decorados elogoricamente para atrair os olhos e desapontar o estomago!

| imagem fonte |

Ciampini

Aqui você pode comer pizza, beber cerveja, tomar um café, almoçar e sentar-se nas mesinhas para ver a vida passar (e como já sabido, pagar a mais por isso!).

É um restaurante, café e não apenas uma sorveteria. Mas um café com sorvetes que valem a pena. E acredito que de todos os lugares para se sentar e aproveitar algumas horinhas comendo, bebendo e tomando um sorvete, a Ciampini é a que vale a pena.

| Piazza di S. Lorenzo in Lucina, 29 | 2° a 5° 8h30-22h / 6° e sábado até 23h

site | instagram

| imagem fonte |

Il Gelato di San Crispino*

Ela fica próxima à Fontada di Trevi (além de duas outras unidades) e vive cheia de turistas (qual lugar de Roma não vive?). A loja é pequena, apertada (é pagar, pegar e sair) e ficou famosa após ser citada no livro Comer, Rezar e Amar. Os preços são mais altos que a maioria das sorveterias de Roma e as porções menores. Mas a qualidade é fenomenal!

Os sorvetes 100% naturais são produzidos diariamente e respeitam a sazonalidade das frutas. Sem ostentação as massas ficam tampadas (não há nada para olhar aqui, só o mais puro sabor!) – e a vitrine exibe pouca (porém suficiente) variedade de sabores.

Se você tiver a sorte de pegar a safra de cerejas, vá nesse sabor! Você nunca vai provar sorvete igual a esse em nenhum outro lugar!!! Também aposte nos cítricos, como limão e laranja (são surreais de bom!). E o fragoline di bosco eu nem preciso falar nada… é um sabor bem raro para nós brasileiros, então vale muito a pena provar! Os donos, extremamente puristas, não servem o sorvete em casquinha, apenas em copinhos de papel!

Aproveite seu gelato admirando a Fontana, ou, na unidade da Piazza della Maddalena saia caminhando calmamente em direção ao Pantheon, sem pressa! E não esqueça da foto para o instagram!!!

| Via della Panetteria, 42 | todos os dias 11- 00h30

site | instagram

 

Grom (X)

Estrategiacamente localizada em uma esquina na Piazza Navona. Você pode fazer um comparativo com a Gelateria Del Teatro que é bem próxima e a San Crispino, que fica a 2 minutos andando. É pegar seu sorvete e sair andando pela praça.

Além do gelato você encontra sorvetes no palito e a opção de potes mais recheados – caso um mero copinho seja pouco para você! Mas desculpe, vou desapontar você: ela não é uma instituição romana. A primeira loja da marca foi aberta em Manhattan, e você encontra Grom também em Paris, em Firenze, Milão…

A base dos sorvetes é produzida em uma cozinha central, congelada e enviada por navio para todas as lojas, e assim, segundo os proprietários, garantir a qualidade do produto.

O sorvete de pistache desaponta, mas o de mirtilo até que vale a pena. Pudera…

| imagem fonte |

Quinto gelateria 

Quando você entrar nessa sorveteria vai se sentir meio que na 25 de março (se você conhece a 25…). Ou em uma casa de sucos de frutas no Rio de Janeiro.

Vale a pena, caso você passe pela frente sem pretensão, entrar para fotografar, porque é um amontoado de potes de Nutella, cones de sorvete industrializados, camisetas e moletons, neon, arara… Eles servem de açaí na tigela a saladas de frutas. Ah e também sorvetes…

Apesar de parecer um local que foi aberto exclusivamente para atrair turistas (ele parece mesmo) o Quinto Gelateria existe desde 1915 e está próximo à Piazza Navona, ou seja, aqui você tem mais uma oportunidade de sair provando sorvete a rodo!!!  Mas… fica a seu critério!

site | facebook

| imagem fonte |

Torcè

Essa sorveteria é uma experiência louca! Aqui você vai encontrar sabores como Habanero (peça uma amostra só para matar a curiosidade, pois é ardido de verdade), Pimenta de Sichuan, Paprica, Gorgonzola, mais de 20 tipos de chocolate, pera com canela e arroz doce.

Em 2018 a sorveteria ganhou o prêmio de novidade do ano e “Tre Coni” pela Gambero Rosso, está entre as 7 melhores gelaterias de Roma e já virou queridinha entre os romanos. Não pense muito se vale a pena andar tanto por um sorvete de pimenta porque uma das unidades fica pertinho do Vaticano e a outra do Circo Massimo e sim, vale a pena!

| Viale Aventino, 59 | 2° a 4° 11 – 21h / 5° a domingo até 00h

site | instagram

 

Günther (antigo Punto Gelato)*

Uma das melhores sorveterias no centro histórico de Roma (eles tem outras unidades em Arezzo e Livorno)! O segredo dos gelatos de Günther Rohregger é o leite orgânico e microfiltrado, a água mineral (nada de água de torneira aqui), a seleção criteriosa de ingredientes da mais alta qualidade e o sabor potente dos gelatos. É um soco na cara de sabor! Juro!

Tudo bem que aqui a minha teoria de vitrines coloridas com decorações efusivas caiu no meio da minha testa. Realmente jamais julgue um livro pela capa! E por favor, POR FAVOR tome o sorvete de leite de búfala com pimenta rosa (ele não refresca… então é uma boa opção se você for visitar a sorveteria de noite). Agora se audácia é seu segundo nome vá no de búfala com tomate e manjericão. Sim, sorvete salgado. Eu passo longe…

Via dei Pettinari, 43 | todos os dias 10 – 1h

site | instagram

| imagem @guntherrohregger |

Fatamorgana  

Essa é mais uma sorveteria com combinações que fogem do tradicional: manjericão, nozes e mel, iogurte com cominho, alho negro com chocolate branco ou Chocolate Kentucky (chocolate com tabaco e canela). Os sabores são complexos e harmoniosos (mesmo que pareçam estranhos). Mas você pode partir para sabores mais conhecidos, como o Bacio del Principe (avelã com creme de gianduia). Os cones são sem glúten, desenvolvidos pela proprietária Maria Agnese que é celíaca, e ovos e leite são claramente rotulados.

A Fatamorgana possui 7 unidades espalhadas por Roma (e uma em Los Angeles, nos Estados Unidos), mas eu indicaria a do Trastevere ou do Monti, onde você pode aproveitar os bancos na praça enquanto desfruta seu cono ou coppetta! As ruas ao redor são um charme à parte e fica próximo ao Colosseo.

Você vai ter uma inesperada e muito agradável surpresa!

Piazza degli Zingari, 5 | 2° a 5° 12-22h – 6° a domingo até 1h

site | instagram

| sorvete de Oliva taggiasche e manjericão com mel e nozes | fonte |

Fior di luna

Se você decidir pela Fatamorgana do Trastevere aproveite a proximidade e vá também à Fior di luna. A sorveteria tem um design retro-kitsch e esconde sorvetes naturais e saborosos! A loja também produz seus próprios chocolates (bean to bar) e por isso, a oferta de sabores com chocolate é vasta.

Via della Lungaretta, 96 | 2° a 5° 13-20h – 6° a domingo até 23h.

site | instagram

| imagem pinterest |

Gelateria del Pigneto* 

O letreiro da loja não é visível, o apreço estético é nulo e a pretensão aqui claramente não é atrair turistas. Frequentada pela vizinhança e romanos que se deslocam até o bairro atrás de cremosos e deliciosos sorvetes, feito em pequenas quantidades com produtos fresquíssimos!

O dono, Fillippo Ruggieri, constantemente pesquisa por ingredientes e utiliza leite de pasto biológico. Através de sua página no facebook ele mostra toda a sua simplicidade e pesquisas. Se tiver sorte prove o sorvete de jasmin e os brioches fresquinhos, recém saídos do forno. Delicado, perfumado e apaixonante!

Com certeza a melhor de toda Roma! E esse é o meu segredo que revelo para você!!!

Via Pesaro, 11  | todos os dias das 12 -23h

Fecha no inverno (jan-fev)

| imagem fonte |

 

Gelateria Artigianale Corona

A loja é super pequena e fica próxima ao Largo Argentina. Possui os sabores triviais, mas os sorvetes feitos com infusões são bem interessantes! Cúrcuma com limão e mel pode parecer um xarope para gripe mas é maravilhoso! Tudo vai depender da época em que você visitar Roma… pois os sabores mudam muito rapidamente nessa loja, indicando que vale a pena provar seus sorvetes! Prove também o tiramisù da casa e no verão se joga na granita de melancia!!!

| Largo Arenula, 27 | todos os dias das 11-20h

| imagem Michiel Jelijs |

Otaleg! 

O proprietário Marco Radicioni, reconhecidíssimo em Roma, já foi aluno de Claudio Torcè e produz em sua sorveteria mais de 60 sabores de gelato – dos clássicos aos inventivos como cerveja e erva doce. Com duas unidades a do Trastevere fica na Via di S. Cosimato 14a. e você pode aproveitar o passeio para visitar outras sorveterias próximas.

| Via di S. Cosimato 14a | todos os dias das 12-21h

site | facebook

| imagem fonte |

Neve di latte

 Existem duas unidades, uma próxima ao MAXXI no Flaminio e outra próxima ao I Caruso (mais uma para a lista!). Aqui os produtos são orgânicos e certificados (DOC/DOP) e os sabores clássicos incluem chocolate (feito com o prestigioso chocolate Amadei) e pistache em duas versões: com pistache do Bronte, na Sicília ou vindo do Irã. Nem preciso falar para provar os dois né…

| Via Luigi Poletti, 6 | 2° a 5° 11-22h – 6° a domingo até 23h

facebook 

| imagem fonte |

Old Bridge gelateria (X)

Em Roma é fato que você pode até conseguir fugir das filas no Vaticano, mas dificilmente fugirá de uma fila na Old Bridge. Mas calma, a fila anda rápido!

A minha dica é aproveitar a proximidade com a Creperia Michelangelo (primeira foto desse artigo), comer um crepe SALGADOOOOO e então emendar um sorvetinho! Mas já aviso: está longe de ser o melhor sorvete de Roma.

Se o seu intuito for provar todas as sorveterias dessa lista você pode fazer os blocos de sorveterias por bairros (por exemplo no Trastevere você pode ir, além da Old Bridge, na Otaleg e na Fatamorgana) e tirar suas próprias conclusões!

| Viale dei Bastioni di Michelangelo  | todos os dias 10-02h

site | instagram

| imagem Italy Travelista |

 

Gelato San Lorenzo*

Embora não tenha completado nem um ano, o Gelato San Lorenzo já se estabeleceu como uma das melhores sorveterias de Roma, também pudera: ovos orgânicos, leite de alta qualidade, ingredientes sazonais (limões de Amalfi, avelãs do Piemonte, pistache do Bronte).

Os sabores são intensos e autênticos e existem opções veganas e com pouco açúcar. E o sorvete de zabaione concorre lado a lado com o I Caruso (até então meu favorito). Eu aposto que logo mais San Lorenzo vai estar na lista de todos os turistas. Na lista da Condé Nast já figura como uma das melhores sorveterias de Roma, na minha também.

| Via Tiburtina, 6 | abre todos os dias 11-01h (domingo até 00h)

facebook

 

Gelateria Fassi (Il Palazzo del Freddo)

É a sorveteria mais antiga da cidade. Desde 1880. É tempo a beça para uma sorveteria estar aberta. A beça! A história todinha você pode conferir no site da gelateria – é super interessante! Leia, de verdade. Joga no Google Tradutor se precisar. Saber da história torna a experiência completamente diferente.

O fundador piemontês Giovanni Fassi foi confeiteiro real na corte dos Savoia. A sorveteria que obrigatoriamente serviu nazistas e facistas, fez um acordo com o exercíto americano e a Cruz Vermelha (quando as tropas americanas liberaram Roma), para servir gelato para os soldados americanos por dois anos!

Localizada no bairro histórico Esquilino, bem próxima à antiga sede da embaixada alemã em Roma, que hoje em dia hospeda o Museo della Liberazione, é uma opção não apenas pelo sorvete, mas por toda história por trás dos refrescantes gelatos!

| Via Principe Eugenio 65/66 | todos os dias 12 – 00h (sexta e sábado até 00h30)

site | facebook

 

Verde Pistacchio

Criatividade, tradição de mãos dadas com a modernidade, ingredientes frescos e qualidade. Parece essa ser a fórmula da Verde Pistacchio, que após a família Fassi vender suas ações para um grupo coreano, um dos herdeiros (Max Soninno) decidiu abrir a sorveteria mais fofa de toda Roma (e também da Espanha, local da segunda unidade que pelo visto vai crescer mais)! A sorveteria também tem um food truck (uma Kombi verdinha linda) apenas para eventos.

Aqui existem algumas variações de sabores feitos com pistache – como o de pistache salgado – além de cookies, crepes, smoothies, chocolate quente e o tristacchio, um sanduíche de bolo aquecido na hora, recheado com sorvete de baunilha, gotas de chocolate e frutas. Uma boa opção para quem quer ir além do sorvete!

| via Nazionale 239 | todos os dias 10h30-22h

site | facebook

| imagem facebook |

A lista é praticamente infindável e bem impressionante para uma área metropolitana de 3000 km². Você pode ver o restante das sorveterias no My maps. E não, eu não tive a chance de provar todas as sorveterias do mapa – mesmo porque seria necessário praticamente uma vida para isso!

No mapa você vai encontrar opções para todos os gostos. Mas se o seu objetivo é provar o melhor sorvete de Roma, siga minhas indicações. Tenho certeza que você não vai se arrepender!

Que tal aprender mais?

Sem comentários

Deixe seu comentário